fbpx
  • Você sabe o que quer dizer “norrau”?

    Stuart Miles / FreeDigitalPhotos.net

    Ontem falei com a minha mãe ao telefone e a nossa conversa fez com que eu me lembrasse de uma das situações mais embaraçosas que eu já tive em toda a minha vida. Estranhamente, ninguém presenciou o momento no qual me senti envergonhada, foi mesmo uma daquelas situações de vergonha alheia tão grande, mas tão grande, que eu nunca mais esqueci.

    A frase da minha mãe, que fez com que eu me lembrasse desse momento vergonhoso, foi a seguinte: Filha, eu posso ser velha, mas com a idade vem o norrau, né? Se você não sabe o que a palavra norrau significa, respira fundo e vem comigo. Prometo, você vai rir horrores da minha cara no fim.

    Tudo começou quando eu era criança. Nessa idade, vamos aprendendo palavras e posteriormente descobrindo como elas são escritas, qual o seu verdadeiro significado, quando devem ser usadas e afins. Eu deveria ter uns 8 anos quando ouvi a palavra norrau pela primeira vez da boca da minha mãe, durante a minha adolescência procurei em diversos dicionários a bendita da palavra e nunca encontrei. Cheguei a achar que a minha mãe tinha inventado a palavra, porque se ninguém mais usava e não estava em nenhum dicionário, só essa razão me parecia plausível.

    Certa vez perguntei à minha mãe se a palavra era em Português, ao que ela respondeu que não se lembrava, que lhe tinham ensinado que norrau era o mesmo que ter conhecimento ou ser expert e que ela usava a palavra partindo desse pressuposto. Eu não fiquei satisfeita, nunca consegui satisfazer a minha curiosidade, mas esqueci o assunto. Pelo menos até o dia em que este assunto vem atrás de mim.

    Eu devia ter uns 19 anos e estava dentro de um ônibus, viajando de Vila Real para o Porto (em Portugal), quando, de repente, olho pela janela e vejo um prédio, coberto com um painel fazendo publicidade à uma empresa de construção, com a seguinte mensagem: Know-how? Só a empresa X é que tem!

    Li mentalmente, li em voz alta, li com o meu melhor sotaque de Inglês, li com o pior sotaque possivel. Fiquei sem palavras. Até hoje não entendo o motivo que me fez ler e reler uma mensagem aparentemente simples tantas vezes, mas se não o tivesse feito nunca na minha vida saberia que norrau, contra todas as hipóteses do universo, era a forma distorcida como alguém ensinou a minha mãe a dizer know-how.

    Durante algum tempo fiquei incrédula, depois finalmente entendi que era mesmo isso e que não adiantava eu me sentir envergonhada por ter dito norrau em diversas conversas na minha vida. Quem entendeu sabia melhor que eu, quem não entendeu e fingiu que tinha entendido foi simplesmente estúpido e, estranhamente, ninguém jamais perguntou o que era, portanto, ou sabiam ou fingiram que sabiam. Porém, a partir desse dia, no qual finalmente descobri como escrever e o significado daquela palavra que a minha mãe usava tanto, nunca mais fui capaz de dizer know-how de ânimo leve.