fbpx
  • Vergonha de falar em Inglês? Não faça parte desse clube!

    Image courtesy of David Castillo Dominici / FreeDigitalPhotos.net

    Falar em Inglês, mesmo para quem tem anos de estudo da língua, pode ser um desafio. Existem vícios de linguagem e erros recorrentes que não são ultrapassados de uma hora para outra, sem falar que estudar um idioma sem dar a devida atenção à prática leva a que a fluência em uma conversa seja fortemente prejudicada.

    Digo isto porque estudo e trabalho com Inglês há anos, mas nem sempre me senti à vontade falando o idioma. Muitas vezes cometi erros crassos provenientes da falta de prática, que levaram a que o meu discurso fosse mais complexo do que precisava ser ou que a mensagem que queria passar fosse alterada pelo uso incorreto de um verbo, por exemplo. Para mim, o cenário só se alterou e a vergonha só desapareceu quando comecei a ter um contato mais elaborado com o Inglês, quando comecei a falar regularmente com nativos ou outros estrangeiros, cuja a primeira língua também não era o Inglês, é que passei a ter maior consciência da verdadeira importância de conversar, mesmo que sobre assuntos triviais, no idioma que estamos aprendendo.

    Claro que diversos cursos tradicionais apresentam o seu currículo como tendo componente de conversação. No entanto, dentro de um ambiente controlado, com vários alunos e sem tempo suficiente para deixar cada pessoa desenvolver as suas habilidades conversacionais de forma livre, como é possível ter um bom nível oral de Inglês? De fato é complicado, já que apenas a prática capacita o estudante e faz com que ele tenha autoconfiança suficiente para falar naturalmente em outro idioma. Não tendo tempo para desenvolver confiança e perder a vergonha, muitas pessoas se tornam excelentes em gramática, mas não tão boas na oralidade.

    Daí que muitos dos alunos da LOI English sejam pessoas com um bom nível de Inglês, mas que, por diversos motivos, perderam contato com o Inglês ou não tiveram oportunidade de desenvolver o seu conhecimento da língua de forma plena, com a atenção adequada para a produção e compreensão oral, bem como para a produção e compreensão do idioma escrito. Porém, a LOI também tem muitos alunos que estão em um nível inicial, o que demonstra invariavelmente a versatilidade deste tipo de aprendizado, que pode ajudar a que os estudantes construam bases sólidas de conhecimento desde o início do estudo da língua.

    Se você, tal como eu, acredita que a prática é a única forma de realmente aprender, se sentir confortável e perder a vergonha de falar em Inglês, experimente uma aula demonstrativa grátis e descubra como o seu conhecimento pode ser amplamente aprimorado com sessões individuais através do Skype, sem sequer ter que sair de casa para conversar com falantes nativos.