fbpx
  • Professores da LOI English: Jonathan Johnson

    Na minha opinião, o mais interessante de ter aulas com professores nativos é ter a possibilidade de experimentar falar Inglês com pessoas de diferentes países anglófonos. A riqueza dos sotaques e a pluralidade cultural são pontos que me fascinam enquanto eterna estudante de Inglês, por isso mesmo adorei a conversa que tive com Jonathan Johnson, um dos professores da LOI English que é nativo da África do Sul.

    Natural da Cidade do Cabo, Jonathan já viveu em Roma e Milão, na Itália, e agora reside em Paris, na França. Ele é um apaixonado por diferentes culturas e está aprendendo a falar Francês, sendo que já é fluente em Africâner e Italiano, para além do Inglês, é claro.

    Jonathan tem alunos de todos os cantos do mundo, sendo a maioria brasileiros, japoneses, italianos, espanhóis e russos. Segundo ele, os seus alunos brasileiros são normalmente do Rio e de São Paulo. O professor comentou que os brasileiros com quem trabalha, por norma, cooperam bastante, gostam de conversar em Inglês e aproveitam todas as oportunidades para aprender.

    De acordo com Jonathan, a utilização de gestos e imagens, a indicação de artigos para leitura e as suas capacidades de comunicação ajudam bastante na interação com os seus alunos. O professor ensina Inglês há mais de 10 anos, tendo trabalhado bastante com preparação para entrevistas de trabalho e apresentações em ambiente executivo.

    Relativamente ao conceito de ensinar Inglês pela internet, Jonathan referiu que tem uma experiência cultural sempre que dá uma aula e que, na realidade, a única diferença entre dar aulas pelo Skype ou presencialmente é que não há contato físico. No entanto, o professor tem a responsabilidade de guiar o aluno durante a aula, lentamente direcionando e dando confiança para que o aluno entenda que é capaz de ter uma conversa em Inglês.

    Na nossa conversa, Jonathan confirmou aquilo que vários professores da LOI English já disseram, a maior parte das pessoas traduz ao invés de pensar em Inglês e isso se nota na forma como as frases são construídas. Por isso, a sua dica principal é para que os alunos mantenham a comunicação curta e simples, de modo a ter mais controle sobre o que estão dizendo e também sobre a conversa que estão tendo.