fbpx
  • Mitos sobre aulas de Inglês por Skype

    Image courtesy of StockImages / FreeDigitalPhotos.net

    Falar Inglês é importante, não há dúvidas sobre isso. No entanto, saber escrever, ler e compreender a língua não é suficiente. Aprender a falar é, de fato, algo tão crucial como conseguir escrever corretamente. Exatamente por isso, cada vez mais, existem cursos direcionados para quem pretende melhorar a sua capacidade de compreensão e produção oral. Um desses cursos é o LOI English, que oferece aulas de Inglês por Skype e se baseia na filosofia de que compreensão e produção oral são necessidades intrínsecas ao conhecimento da língua.

    Para entender melhor o funcionamento do curso tive uma aula com a Gwyn, uma das professoras com a qual qualquer aluno interessado pode ter aulas. Claro que falar em Inglês com professores nativos, que sabem aquela língua perfeitamente, ensinam e avaliam o nível de Inglês, pode ser assustador. Fora o medo de falar errado ou de o professor não entender o que estamos dizendo, e ainda existe o fato de estar a falar com uma pessoa que não conhecemos, muitas vezes, sem saber ao certo como a conversa vai fluir. Contudo, ao contrário do que possa parecer, ter aulas de conversação não é assim tão assustador como parece e por isso vou falar sobre alguns dos mitos que dismistifiquei sobre ter aulas de Inglês por Skype.

    Falar com alguém que eu não conheço é constrangedor!

    Pronto, é verdade. Para muitas pessoas falar com alguém desconhecido pode ser um pouco constrangedor. Há quem seja mais tímido e isso deve ser tido em consideração. No entanto, o fato de você estar falando através da internet ajuda muito. Além disso, quando você sai à rua, nem sempre fala somente com quem conhece, certo?

    Vale lembrar que, professores especializados em dar este tipo de aulas sabem como deixar o aluno à vontade. A Gwyn, por exemplo, perguntou coisas corriqueiras para quebrar o gelo, já que era a nossa primeira conversa, e isso põe qualquer pessoa mais à vontade.

    Quem estiver do outro lado vai me julgar, não vou conseguir dizer nada direito!

    Claro que um professor vai avaliar qual é o seu nível de Inglês. Porém, ninguém vai te julgar. O professor está ali para dar aulas, para ajudar a que você melhore a sua pronúncia, a sua gramática, o seu conhecimento da língua. Nenhum professor será carrasco e sim o seu aliado! Fale como conseguir, se tiver alguma dificuldade, o professor vai ajudar!

    Em determinado momento, eu não conseguia lembrar como dizer que onde vivo o inverno foi mais frio do que chuvoso. Eu sei dizer isso, mas durante a conversa não saía. Quando a Gwyn percebeu a minha dificuldade, me ajudou, sem julgamentos.

    O meu Inglês é muito ruim, o professor não vai entender NA-DA!

    Pois é, existem pessoas com sotaques pouco desenvolvidos e isso difuculta a compreensão. Só que, se você não fizer nada quanto a isso, nunca vai melhorar. A vantagem de ter aulas com um professor nativo é a facilidade de compreender mesmo o pior sotaque.

    Falando com a Gwyn ela corrigiu a minha pronúncia em algumas palavras, se ela não fosse nativa, provavelmente nem entendia o que estava dizendo. Por isso, professores que têm Inglês como língua materna fazem toda a diferença!