fbpx
  • Aprender Inglês: 3 razões fundamentais

    Phaitoon / FreeDigitalPhotos.net

    As três áreas que fazem com que a língua inglesa seja tão essencial são, no fundo, as razões fundamentais para aprender Inglês. Quando falamos de estudos, viagens ou negócios, o Inglês está sempre presente. Afinal, é a língua internacional usada para que pessoas de diferentes cantos do mundo possam comunicar de maneira eficaz.

    Estudos

    Com o aumento do poder aquisitivo no Brasil, mais pessoas têm tido a possibilidade de seguir os seus estudos em outros países. Seja uma graduação, uma pós, mestrado ou doutorado, cada vez mais pessoas têm saído do país para estudar e, em simultâneo, ter a experiência de viver no exterior. Obviamente que muitas pessoas não fazem intercâmbio para países onde o idioma oficial seja o Inglês. No entanto, tendo em consideração que o Inglês é quase sempre a segunda língua de escolha, ter proficiência nesse idioma acaba por ser fundamental. Especialmente se a ideia é seguir uma via de estudos mais científica, onde os artigos e pesquisas são preferencialmente escritos e publicados em Inglês, para melhor divulgação na comunidade internacional.

    Viagens

    Tendo em consideração que o Inglês, por norma, é a segunda língua de opção, não é difícil entender que há uma maior probabilidade de encontrar alguém que fale Inglês, do que alguém que fale Português – a não ser que a viagem seja para um país lusófono. Isto acontece porque o Inglês é um idioma internacional, escolhido para facilitar a comunicação de pessoas que não falam a mesma língua. Nesse sentido, o Inglês acaba por ser um ferramenta bastante útil, que funciona como agente mediador, quando existe um impasse, como por exemplo um turista brasileiro estar na Alemanha ou no Japão e não saber falar o idioma do país onde está. Sabendo Inglês, esta pessoa conseguirá comunicar.

    Negócios

    Hoje em dia, saber Inglês não é apenas um diferencial. Na verdade, dominar o idioma passou a ser necessário, já que o Brasil é um dos poucos países em expansão no decorrer da crise mundial que vivemos e depende do comércio com o exterior para se desenvolver. Claro que o domínio de outras línguas, como o Espanhol ou o Francês, é uma mais valia interessante. Contudo, não há como fugir, em termos de comunicação internacional no mundo dos negócios, é o Inglês que domina.