fbpx
  • Aprenda com os erros, os seus e os dos outros!

    Image courtesy of lamnee / FreeDigitalPhotos.net

    Já falei aqui que essa onda de protestos que tem ocorrido no Brasil pode ajudar a que você aprenda com os erros. A cobertura da mídia internacional proporciona um grande volume de material interessante sobre o Brasil, o que pode possibilitar o enriquecimento do vocabulário, mas o fato de brasileiros decidirem falar em Inglês, para dar a conhecer a sua visão do que está acontecendo, pode ajudar a que você aprenda com os erros que são cometidos.

    Comentei há umas semanas o erro cometido em placas de sinalização em Inglês que estavam a ser colocadas e qual era a imagem que o país passava dando este tipo de deslizes. Agora, quero chamar a atenção para uma incorreção durante um protesto. Encontrei na rede esta semana uma notícia que fala sobre uma manifestação que aconteceu em São Paulo, em plena Avenida Paulista, onde a polícia se manifestava empunhando uma faixa que dizia o seguinte: Brazil does not will host the World Cup in 2014. São Paulo Civil Police will also be on “strike”. Clique aqui para ver a imagem. Você consegue identificar o erro?

    Neste caso, o uso da construção “does not will” está errado, o correto seria “Brazil will not/won’t” host the World Cup in 2014″. Também há uma segunda questão, na notícia que encontrei a dar conta do erro, traduziram livremente a frase “São Paulo Civil Police will also be on “strike”” como: A Polícia Civil de São Paulo também estará no “ataque”. O termo strike tem diversos significados, podendo significar ataque, mas também podendo significar greve.

    Tendo em conta que houve uma greve geral esta semana, se a idéia era transmitir que a Polícia vai estar no ataque, talvez a expressão be on strike não fosse a mais apropriada, porque internacionalmente a compreensão será de que a Polícia estará em greve, também pelo fato de o Brasil ter tido uma greve esta semana – o que cria um contexto -, mas principalmente porque “be on strike” quer literalmente dizer “estar em greve”. Porém, quem traduziu “be on strike” como “estar no ataque” pode ter sido induzido em erro pelo uso de aspas na palavra “strike“, que, confesso, não compreendo.

    Portanto, aqui, vemos o erro de quem escreveu a faixa, que construiu uma frase de forma incorreta e um possível erro de interpretação de quem escreveu o artigo, pois traduziu São Paulo Civil Police will also be on “strike” de forma inadequada, pelo menos a meu ver. Qual vocês acham que é a mensagem: A Polícia Civil de São Paulo estará no “ataque” durante a Copa ou estará fazendo greve?